Depoimentos

O que significa Pilares para mim?

Não conhecia o Pilares até entrar no Pilateszone para fazer Pilates.

Me surpreendi com o método que entendo ter como objetivo trabalhar as estruturas básicas do Pilates, ou seja, o alongamento, a flexibilidade, a  coordenação, o equilíbrio, nos mínimos detalhes, em todas as partes do corpo, inclusive dos dedinhos dos pés…

Todos esses aspectos também são trabalhados no Pilates, mas percebo que o Pilares busca o maior esforço do corpo em atividades preliminares, de suporte a outros exercícios de desenvolvimentos do corpo e quase que exclusivamente em solo, com o mínimo uso de máquinas e equipamentos auxiliares.

Com 6 meses de aula, sendo uma por semana de Pilates e outra de Pilares, percebo minha evolução, especialmente no que se refere à consciência corporal. Reconheço que se eu tivesse uma assiduidade 100% já teria avançado mais nos exercícios referentes à força de centro, os mais difíceis para mim.

Por fim, ressalto a atuação diferenciada da professora Lara que conduz a aula com muita sabedoria – organicidade, interação, leveza e alegria. Sempre atenta às possibilidades de cada aluno, imprime a exigência de esforço sob medida, sem deixar de desafiar todos nós a ultrapassar responsavelmente os nossos limites. Ao final sempre um grande presente: sob um boa musicalidade, um relaxamento e uma massagem revigorante que nos ajuda a continuar a vida diária mais despertos e ao mesmo tempo com mais sobriedade e resiliência…

Graça Agra, em 31.10.14

___________________________________________________________________

O que é Pilates para você?

Eu tinha dores na coluna e falta de equilíbrio. No decorrer no tempo de Pilates, me senti muito bem! Passei a reconquistar o equilíbrio e a andar muito mais tempo sem sentir dor. Uma vez precisei para as aulas por causa da pressão alta, então as dores e a falta de equilíbrio voltaram. Senti a necessidade de retornar ao Pilates…

O pilates me transformou em tudo. Voltei a atuar na sociedade, a fazer as coisas que fazia antes. A minha qualidade de vida melhorou muito, principalmente no meu equilíbrio físico e mental. Aqui é indiscutivelmente o melhor lugar que já fiz Pilates.

Alexandre Leal.

___________________________________________________________________

Quem foi Joseph Pilates?
Pra mim, foi o responsável pelo meu encontro nesta vida. Foi o criador de um método, de um estilo de vida, de uma verdadeira revolução interna. Ele criou o que muitos ainda não conseguem entender na sua essência.
Joseph Pilates, é muito mais do que o criador de um método. Ele é o homem o qual eu quero honrar todos os meus dias de trabalho! é por ele e por seu sonho que quero lutar até o fim dos meus dias.
Em 1945 escreveu o livro “Return to life”, expressando a Contrologia como um condicionamento físico e mental, cujo busca a perfeita harmonia entre os dois,  trazendo um novo olhar sobre o corpo, a saúde, a vida. Onde a respiração torna-se essencial para “lavar” internamente, purificar a circulação sangüínea, revitalizar todos os órgãos, ossos, músculos, articulações, ligamentos… Todo o organismo. Que fortalece, flexibiliza, tonifica, equilibra e harmoniza. A Contrologia eleva o espirito e possibilita o sentir a inteireza e a plenitude.
A cada dia, olho para o meu corpo e percebo os benefícios deste novo estilo de vida. Melhor ainda é poder olhar para a minha alma, para o meu interior, para o meu ser e perceber a revolução. Transformações de dentro para fora, que trazem a capacidade de mudar o olhar sobre a existência, sobre o agir, que influenciam uma nova postura diante das dificuldades, que estimulam o crescer em todos os sentidos, o buscar ser melhor, o equilíbrio o entre o corpo, a mente e o espírito.
Pude crescer emocionalmente, espiritualmente, fisicamente e mentalmente desde que pude conhecer os princípios de Joe, foi O verdadeiro RETORNO À VIDA!
Resolvi então tatuar na minha pele o sentido de tanto encontro e mudança. O que não é apenas uma marca permanente em minha pele, e sim na minha alma.

Prof. Lara Pacheco.

_______________________________________________________________________

P I L A T E S

Quem quer que pretenda conviver com as tensões e os desgastes, com a poluição de qualquer espécie, com a irritação decorrente da falta de mobilidade urbana das cidades, com os conflitos que nascem do cotidiano da vida, do coexistir, necessita buscar a estrada para ter uma existência  equilibrada e de satisfação pessoal. Mais do que nunca, precisa buscar dentro de si mesmo, instantes e forma para, por momentos, isolar-se do mundo que está à sua volta e fazer um caminho interior capaz de trazer um equilíbrio, seja de saúde corporal, seja, também, de natureza mental. Cuidar das duas coisas ao mesmo tempo, ou, como já foi dito, “desconectar dos ruídos externos e localizar, dentro da cabeça, um espaço de silêncio para promover um equilíbrio fisiológico e um estado mental de paz.” Para voltar com forças renovadas à realidade social do seu entorno, muitas vezes desvirtuadas ou distorcidas.

Que adianta estar a se preocupar com o mundo circunstancial, se não se procura encontrar seus próprios caminhos e tranquilidade? Vê-se e sente-se o que está à volta a angustiar, mas não se busca o que está dentro de cada um?

A prof. Juliana Xavier, Educadora e Instrutora  Especialista em exercícios especiais aplicados à reabilitação cardíaca e grupos especiais, fez publicar interessante artigo intitulado “Idoso: Atividade Física – Benefícios e Aptidão Física e Mental”, onde cuida não apenas do processo do processo de envelhecimento saudável, com busca de melhores condições de qualidade de vida, dando atenção especial à atividade física, destacando que o envelhecimento

“vem acompanhado de uma série de efeitos no organismo, que inclui a presença de doenças crônico-degenerativas (hipertensão, diabetes, melitus, dislipemias, câncer, etc) e físicas (osteoporose, perda de equilíbrio, sarcopenia, etc), e uma boa maneira de evitar o aumento ou retardar todos esses efeitos seria conciliar uma alimentação saudável (não passar mais de três horas sem comer, etc), ter um convívio social satisfatório com família, amigos, vizinhos, e…MOVIMENTAR-SE!”.

            A ilustre professora, de excepcional competência e conhecimento profissional, diz  ser indispensável para obtenção do pretendido  o

respeitar a individualidade de cada um e suas alterações morfológicas, que há de se realizar com exercícios que melhorem a capacidade cárdio-respiratória e sejam de baixo impacto,

como na prática do PILATES, aumentando a resistência muscular e a força, diminuindo, assim, vários riscos,

“melhorando a postura (característica muito alterada pela diminuição dos espaços invertebrais, próprios da idade), mobilidade, diminuição dos níveis de obesidade e em todo o bem estar antropomédico, neuromuscular, metabólico e psicológico.”.

Ainda do PILATESZONE, de se ver o conhecimento da prof. Lara Pacheco, quando, já com uma visão como que de complementaridade ao exposto pela Profa. Juliana Xavier, relativamente à compreensão interior de quem vai fazer os exercícios:

“Este é um momento de reflexão, de observação interior, de estar um pouco com você mesmo, para busca de seu interior, o seu equilíbrio, a harmonia de seu ser. O olhar para sua essência.Perceba-se!.

Perceba como seu corpo se expressa. Torne-se consciente.

Respire: inspira profundamente, revitalize seu organismo; ao expirar, libere todas as tensões. Observe sua postura nas aulas, busque o seu crescimento, a superação.

Desejando estar em perfeito equilíbrio corpo e mente, incorpore os princípios do PILATES, controle os movimentos, as tensões, as ações, as emoções.

Deixe o movimento fluir, como em uma dança. De maneira correta, precisa. Concentre-se em você, se cuide, se sinta, respire renovando toda a energia.”

Sendo assim, um conselho pode ser dado por um aluno: deixe na ante sala, todos os seus problemas e aflições. Passe a viver o momento de PILATES, como sendo único e totalmente seu.

Nilzardo Carneiro Leão (Professor. Advogado. Do IAHGP)

Folha de Pernambuco 22.11.13

________________________________________________________________________

“Conforme prometi, registro aqui minha grande satisfação por ocasião do meu primeiro aniversário de Pilateszone-PZ, tendo você como minha mestra em todo esse período no Pilares e nos últimos meses também no Pilates, com direito aos fundamentos da Contrologia.

 

Tenho a impressão de que foi ontem que encontrei você, Vanessa, Gisele, Bete, Alessandra, Nuno e claro, o Pilateszone, bem como essa turma de alunos, de liga inexplicável, Lourdinha, Toinho, Luiza, Bete, Priscila… mas o tempo passa e muito rápido…

 

Apenas relembrando, me matriculei em Janeiro de 2014, fiz algumas aulas, mas a calcificação no ombro esquerdo piorou e tive que me afastar por 3 meses para a fisioterapia, retornando às aulas pra valer em 06 de Maio.

Ainda não estou 100% na assiduidade, devido a demandas de trabalho, família e outros inconciliáveis que surgem, mas tenho a consciência tranquila de que tenho me empenhado a persegui-la, conseguindo avançar e muito no que me é possível.

 

Porém, para além da assiduidade, percebo que tenho conseguido evoluir nos exercícios, na busca da consciência corporal, na vontade de fazer certo e bem feito, ainda que me atrapalhe vez por outras com os comandos… (professora e alunos se desorientam e trocam as coisas de vez enquando, né? rsrsrsrsrs… faz parte do seu bom alto astral e o de seus alunos, e especialmente da nossa saudável capacidade de rirmos de nós mesmos, o que é ótimo!!!).

 

Na verdade, pela primeira vez, estou conseguindo determinação em exercícios físicos, graças a mim, a você e ao PZ, representado fortemente pelo belo e consistente trabalho de nossa querida empreendedora-gestora-técnica Vanessa.

 

Em paralelo, como você bem sabe, voltei à Yoga no ano passado, com a meta de fazer um exercício físico por dia, ao menos de segunda a sexta, mesclando todas essas abordagens que estão plenamente alinhadas na essência, haja visto que o próprio Joseph Pilates também fazia Yoga.

 

Como resultado, sinto que estou mais fina (não intencional), menos inchada (intencional), muito mais disposta (muito intencional) e mais flexível (totalmente intencional). Tenho me alimentado melhor e de forma mais saudável, os órgãos têm funcionado melhor, meus movimentos estão mais leves, minha postura mais aprumada e o sono mais reparador (quando consigo dormir as 8 horas que preciso…). Com certeza o relaxamento e as massagens ao final de cada aula têm ajudado e muito a me distensionar e tornar mais fluido e sereno o dia-a-dia que não é perfeito para nenhum de nós humanos, pobres mortais.

 

A comparação das minhas duas avaliações desse ano (janeiro e maio), indicam em números alguns desses aspectos (precisarei da ajuda de vocês para decifrar alguns detalhes dos relatórios, quero entender direitinho, oportunamente).

E especialmente no quesito Flexibilidade, ganhei um grande presente, exatamente na aula de um ano de PZ, na última quarta-feira, e que foi o estímulo que você me deu para fazer esse registro que já virou uma carta…. Pela primeira vez, sentada, toquei os dedos dos pés por mais de uma vez, e em pé, flexionando o tronco “para frente e para baixo” (sua carinha…), consegui tocar o chão!!!! Uhu!!! Uma grande vitória para mim que sempre me achei toda encurtada (rígida, mesmo) e que jamais conseguiria… e só ficaria admirando muito quem faz isso ´com os pés nas costas´…

Mas longe de mim achar que cheguei lá e já estou ótima… jamais!!! Pois na vida tudo é um processo que se modifica, se transforma, cresce, evolui, mas também pode involuir se não houver investimento adequado… Portanto, quero sentir que sempre estou começando, para assim, poder chegar cada vez “mais longe, longe, longe…” (quem fala assim???).

 

Então, querida Lara, fica aqui o meu registro de imensa satisfação pelos resultados alcançados até aqui no nosso trabalho conjunto e que servirão de base para seguirmos adiante.

 

Obrigada por tudo, não apenas pelos seus ensinamentos e orientações, mas também pela oportunidade de conviver com o Ser maravilhoso que é você, de uma enorme sensibilidade e uma imensa capacidade de lidar com nossas particularidades, potencializando nossas habilidades, forçando positivamente nossas barreiras e cuidando com todo carinho de nossas limitações. O mesmo digo a Vanessa, pelas poucas oportunidades de tê-la como professora, mas pelo que presencio quase que diariamente em suas intenções e ações na direção do PZ.

 

Após consolidar essa meta de 5 X semana, 1 X dia útil, tenho um outro grande desafio, iniciar os exercícios aeróbicos pra valer, provavelmente por meio do Treinamento Funcional no PZ, com reforço de caminhadas e bike para ajudar-me ainda mais a esquecer o cigarro e quem sabe… correr uma maratona em NY, aproveitando para visitar o stúdio original de Joseph Pilates… rsrsrs E por que não? “A conquista de realizações genuínas e significativas são precedidas de fortes sonhos…” já dizia eu e todo mundo…

E por falar em Treinamento Funcional, já está quase na hora de fazer uma aula avulsa com vocês no Open House da Casa Grande do PZ (como diz Bete), mais uma grande realização de vocês. Parabéns!!! E que o PZ com suas duas Unidades tenha muito sucesso junto a todos nós! Estou chegando…

 

Beijão, com carinho e gratidão!”

Graça.

______________________________________________________________________

 

 

PILATES

Iniciamos nossa pratica de PILATES há aproximadamente oito anos.

Praticamos inicialmente em outro estúdio.

Aproximadamente há quatro anos vimos a ingressar no PILATESZONE,

Onde desde o início passamos a vivenciar uma nova pratica deste método, mesmo o tradicional nos foi apresentado de forma diferente, onde a integração corpo e mente estavam interligados e adaptados os exercícios às limitações do nosso corpo. Em pouco tempo tomamos consciência da nossa evolução visto o aumento de disposição, maior facilidade de determinados movimentos. Posteriormente fomos introduzidos na prática de uma derivação do PILATES, designado de PILARES onde a utilização de equipamento é quase nenhuma e a consciência corporal se torna bem presente para que desempenhemos corretamente os exercícios.

Nesta pratica percebemos um  beneficio ainda maior em termos de equilíbrio, coordenação, postura, flexibilidade, e alongamento além de melhorarmos nossa respiração, trazendo-os ainda em consequência maior capacidade respiratória e tranquilidade.

Finalizando afirmamos que nosso corpo e mente evoluíram com a pratica do PILATES/PILARES.

A única ressalva é que não podemos parar, pois de imediato nosso corpo reclama a falta destes benefícios.

Quanto ao estúdio PILATESZONE e aos seus profissionais em especial a nossa “professora LARA, agradecemos o ambiente de harmonia, calor humano e competência,  com que nos ensinam e nos tratam como alunos, amigos.

OBRIGADO JOSEPH PILATES e aos seus seguidores e instrutores pelos enormes benefícios que nos proporcionam.

LOUDES E QUEIROZ

Recife, 13 de Maio de 2015

 

_________________________________________________________________________